29 agosto, 2011

Aula de identidade na borracharia



Para aqueles envolvidos com design, marketing, moda, publicidade e algumas outras áreas, o termo identidade (visual, corporativa, etc) é comum e presente em seu cotidiano. Fora desse círculo, normalmente optamos por acreditar que termologias e conceitos dignos de nossas profissões jamais estariam empregados em outras atividades. Não é assim que acontece lá fora.

Era fim de tarde e eu descobria que o pneu traseiro de minha surrada motoneta estava murcho. Fui até o borracheiro mais próximo, sem imaginar que a simpatia e o conhecimento profissional me ensinariam algumas lições. Ao verificar a câmara de ar, o borracheiro exclamou que já o havia consertado antes. Era verdade.

Perguntei como ele poderia saber, se fui lá há muitos meses. Ele respondeu, para minha surpresa, que era uma questão de marca (literalmente). O borracheiro fez questão de me mostrar, enquanto trabalhava, que no processo de conserto ele deixava impresso sua marca. E não era capricho e sim cautela, como disse. 

Eu já comecei a suspeitar dos motivos, feliz por ter encontrado um bom profissional. O senhor Sérgio já trabalha há muitos anos como borracheiro e recebe muitos tipos de clientes. Em um determinado atendimento, o cliente acusou-o de um serviço mal feito e, sem poder provar que o trabalho não havia sido realizado por ele, fez a manutenção do pneu sem cobrar. Foi então que a ideia surgiu da necessidade e ele começou a deixar uma marca em seu trabalho. Por segurança, ele desenvolveu seu próprio processo de identidade.

É bem provável que ele não conheça sobre Design e a verborragia de muitos sobre o assunto, que vemos na Internet. No entanto, fiquei empolgado com o fato de um profissional entender a importância da identidade em seu trabalho e saber que o senhor Sérgio, que mereceu e recebeu a mais pelo serviço prestado, faz um ótimo trabalho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Real Time Web Analytics